banner_8

banner_8

Como tudo começou

Eu sou a Sônia Travassos e vou contar para vocês como fui me interessando em trabalhar com literatura infantil e como fui me tornando escritora e pesquisadora também. Então, eu sempre gostei de ouvir histórias! Minha mãe sempre lia para mim e para minhas irmãs e a gente também gostava de compartilhar histórias de disquinhos. Ficávamos horas fazendo isso. Até escrevi um conto sobre essa experiência! Eu não era uma leitora muito autônoma não. Lia de forma lenta, mas um dia, lá pelos 10 anos, consegui ler “Caçadas de Pedrinho”, inteirinho, sem ajuda de ninguém! E vibrei! Vibrei com cada cena que conseguia imaginar e, no final, quis compartilhar aquela leitura com toda a família. Acho que ali me fiz leitora e não parei mais. O tempo passou e quando fui escrever minha monografia para a Faculdade de Jornalismo, sobre cinema infantil, me deparei novamente com o universo das histórias infantis. E me apaixonei ainda mais! Conheci diferentes escritores, fui trabalhar na Biblioteca Infantil Manoel Lino Costa e comecei a ler para as crianças aquelas histórias que eu ia descobrindo diariamente e que me encantavam. Não parei mais.

Como fui virando professora, escritora e
contadora de histórias

Apaixonada pelo universo da literatura infantil, eu fui dando continuidade aos meus estudos e me especializei em literatura infantil e juvenil, na UFRJ. Aí, fui convidada para trabalhar na Escola EDEM e virei a sua “professora da biblioteca”. E lá se vão mais de 30 anos! Na EDEM, trabalhando com crianças da Educação Infantil ao 9º ano do ensino fundamental, fui descobrindo os meandros do trabalho de mediação literária no espaço escolar. Fui me encantando com suas possibilidades de proporcionar trocas entre os leitores, deslocando-os e ajudando-os a ampliarem seus repertórios de leitura. Suas experiências de mundo! Fui me tornando professora! Com o tempo, a partir dos projetos que também desenvolvia com as crianças, por vezes criando novas histórias junto com elas, fui tendo vontade de publicar meus próprios livros. E assim veio o primeiro: Bicho-papão pra gente pequena, bicho papão pra gente grande. Daí em diante, eu não parei mais! Tomei gosto pela escrita! Hoje tenho 14 livros publicados e mais dois para saírem do forno ainda em 2020. Alguns de meus títulos fizeram parte de seleções do PNBE e também do Catálogo de Bolonha - FNLIJ – fundação que já me concedeu dois prêmios: “Concurso FNLIJ Os Melhores Programas de Incentivo à Leitura Junto a Crianças e Jovens de Todo o Brasil” e “Concurso FNLIJ Leia Comigo”. Ah, sim! E, como diariamente conto histórias para meus alunos e alunas, acabei me tornando uma apaixonada contadora de histórias que também participa de eventos culturais e feiras literárias em vários cantos do Brasil.

Pesquisando e formando outros professores

Estudar sempre fez parte de minha vida e, depois de muita experiência no chão da escola, voltei à academia para intensificar meus estudos. Cursei o mestrado e o doutorado em Educação, também na UFRJ, e defendi uma dissertação e uma tese. Minha dissertação é sobre como as crianças de hoje leem a obra do Lobato. E minha tese trata do trabalho das salas de leitura nas escolas municipais do Rio de Janeiro. Duas pesquisas que adorei ter desenvolvido e que me ajudam a problematizar o trabalho com a literatura infantil na escola, nas muitas formações de professores de que participo, em instituições educativas e culturais diversas.  Nestas formações, ministro cursos, oficinas e palestras sobre diferentes temáticas do universo da literatura infantil e sua relação com a infância e a escola. Para contribuir com a formação de novos professores, continuo pesquisando e lendo muito. Participo de um grupo de pesquisa na UFRJ – Infância, Linguagem e Educação – além de participar de congressos e publicar artigos e livros acadêmicos. Aqui na nossa Casa de Histórias, você vai poder conhecer um pouco desta produção também. E agora que você já sabe um pouco da minha trajetória, que tal navegar pelo site? Bem vindos!

 

Mini Biografia:

Doutora em Educação (UFRJ), Especialista em Literatura Infantil e Juvenil (UFRJ), Sônia Travassos atua na área da educação e da cultura há mais de 30 anos: é mediadora de leitura e coordenadora da biblioteca da Escola EDEM (RJ), desde 1990, ministra regularmente cursos, oficinas e palestras sobre biblioteca escolar, sobre a obra de Monteiro Lobato e sobre literatura infantil para professores de diversos estados do Brasil, além de prestar assessorias à escolas e outros institutos educativos e culturais. Como professora ou palestrante convidada participa de cursos de pós-graduação, especialização e extensão na área da Educação, em diferentes Universidades públicas e privadas. Também participa regularmente de congressos na área da Educação, apresentando artigos acadêmicos, a partir de estudos na área da literatura infantil, biblioteca, infância e escola, tendo ainda publicações desses artigos em revistas eletrônicas e livros acadêmicos. Sônia é contadora de histórias e também escritora de livros infantis, com publicações pelas editoras: Rocco, Casa da Palavra, Globo, Positivo, Escrita Fina, ZIT, Mar de Ideias e Bambolê. Foi vencedora do Concurso Leia Comigo, com o conto “O Livro da Capa Vermelha” e já teve títulos selecionados para o PNBE e outros programas de fomento à leitura do governo, assim como para o Catálogo de Bolonha, organizado anualmente pela FNLIJ.